Definido prazo limite para submissão de artigos à edição de 2012 da Estudos Legislativos

 
O volume 5 foi lançado em janeiro de 2012

Os interessados em publicar artigos científicos no volume 6 da revista Estudos Legislativos da Assembleia Legislativa podem enviar seus textos para a página eletrônica da publicação (http://submissoes.al.rs.gov.br/estudos_legislativos), disponível no portal www.al.rs.gov.br, até 28 de setembro de 2012. A Estudos Legislativos, criada em 2005 pela Resolução nº 2.942 de 8 de julho, é destinada a divulgar produções de relevância na área legislativa, tendo como eixo central a investigação, a teoria e a reflexão. Nesta edição, serão priorizados textos que versem sobre temas debatidos com destaque no Parlamento gaúcho em 2012, como a dívida dos estados com a União, as tevês legislativas digitais e a Lei de Acesso à Informação. A revista é coordenada pela Escola do Legislativo Deputado Romildo Bolzan.

Submissão

 

Serão aceitos textos em português e espanhol. Um Conselho Editorial, formado por especialistas na área de pesquisa, avaliará os trabalhos, que poderão ser “aceitos sem restrições”, “devolvidos para correções” ou “rejeitados”. Os critérios de seleção observarão a concordância com a política editorial da revista, a originalidade e o ineditismo do tema abordado, a atualidade, a correção e a coerência da linguagem, além da clareza e da consistência dos conceitos e da abordagem.

 

Também serão levados em conta a importância do tema para a ciência, a metodologia empregada, a coerência das reflexões/conclusões com a sequência do texto, a correção e a atualidade das citações e autores referenciados, e a adequação às normas da ABNT, que estão especificadas no site da revista.

Confira a chamada:

Está aberto o prazo para recebimento de originais de artigos para a revista Estudos Legislativos, da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, publicação destinada a divulgar produções de relevância na área legislativa, tendo como eixo central a investigação, a teoria e a reflexão. Nesta edição, serão priorizados artigos que versem sobre temas debatidos com destaque no Parlamento gaúcho em 2012, como a dívida dos estados com a União, as tevês legislativas digitais e a Lei de Acesso à Informação.

O prazo para recebimento de originais para publicação no volume 6 é até 28 de setembro de 2012. Os demais prazos também estão definidos na página eletrônica da revista.

Os artigos devem ser enviados sob a forma de arquivo em WORD, no formato eletrônico, para o endereço: http://submissoes.al.rs.gov.br/estudos_legislativos

 

POLÍTICA EDITORIAL

Os trabalhos devem ser originais e inéditos no Brasil. Consideram-se inéditos também os trabalhos submetidos a processos de comunicação informal, como em congressos, seminários e outros eventos. Nesse caso, deve constar referência em nota de rodapé. Os (as) autores(as) são os(as) únicos(as) responsáveis pela afirmação de ineditismo dos artigos e pela veracidade das informações contidas nos trabalhos, bem como pela devida permissão ao uso de figuras, fotografias ou tabelas utilizadas de outras fontes. Serão aceitos textos em português e em espanhol.

Os trabalhos poderão ser “aceitos sem restrições”, “devolvidos para correções” ou “rejeitados”. Quando as correções tratarem apenas de aspectos formais ou outras que não modifiquem as ideias do(as) autor(as), poderão ser efetuadas pela Comissão Editorial. Critérios de seleção: concordância com a política editorial da revista; originalidade e ineditismo do tema abordado; atualidade; correção e coerência da linguagem; clareza e consistência dos conceitos e da abordagem; importância do tema; metodologia empregada; coerência das reflexões/conclusões com a sequência do texto; correção e atualidade das citações e autores(as) referenciados(as); adequação às seguintes normas da ABNT: NBR6022/2003 (Artigo em publicação periódica científica impressa); NBR6023/2002 (Referências); NBR6024/2003 (Numeração progressiva); NBR6028/2003 (Resumo); NBR10520/2002 (Citações em documentos).

A apresentação do texto deverá seguir os seguintes padrões: formato A4; margens superior e esquerda 3cm, inferior e direita 2cm; espaçamento entre linhas 1,5; fonte Times New Roman, tamanho 12; todas as páginas numeradas; texto dos trabalhos com no mínimo 10 e no máximo 20 laudas.

No artigo não devem constar informações que identifiquem o autor.

Todos os artigos devem ser precedidos por resumo no idioma original e em inglês (abstract), com um mínimo de seis e máximo de 10 linhas (espaço 1). O texto do resumo deve ser informativo, destacando objetivos, metodologia e conclusões mais relevantes. Devem ser destacadas três palavras-chave (keywords) representativas do conteúdo do documento, para facilitar posterior pesquisa ao trabalho.

As figuras, fotografias, gráficos, tabelas e outras ilustrações devem conter uma legenda, com título breve e explicativo, e fonte indicando sua autoria. Anexos e apêndices devem ser evitados e incluídos apenas quando imprescindíveis à compreensão do texto. Caberá à Comissão Editorial julgar a necessidade da sua publicação. Abreviaturas e siglas devem ser utilizadas de forma padronizada, acompanhadas do significado por extenso quando da primeira citação no texto e nunca usadas no título e no resumo.

Originais de trabalhos recebidos não serão devolvidos. O(a)(s) autor(a)(es) receberão um exemplar do volume da revista em que seu trabalho for publicado.

Mais informações no Portal da Assembleia Legislativa do RS (http://www.al.rs.gov.br), na página eletrônica da revista: (http://submissoes.al.rs.gov.br/estudos_legislativos).