A presença feminina na Câmara de Vereadores de Porto Alegre com base nas eleições entre 1996 e 2016 e os reflexos da Lei 9.504/97

Rodrigo Almeida Soares

Resumo


Este artigo tem o intuito de analisar os efeitos da política de cotas de gênero trazida pela Lei 9.504/97 na quantidade de mulheres inseridas na Câmara Municipal de Porto Alegre. Para tanto, foram utilizados os dados constantes no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) referentes às eleições
municipais do período entre 1996 e 2016. Diante dos dados colhidos, foi feita a análise do resultado da referida política com o intuito de descobrir se ela conseguiu atingir o objetivo ao qual se propunha, seja o aumento do número de mulheres eleitas para os cargos públicos no âmbito nacional. Concluiu-se que as cotas são relevantes, mas a inserção de mulheres nas?arenas legislativas ainda carece de medidas mais efetivas para que, algum dia, possa haver representação paritária de qualidade.


Palavras-chave


representação, cotas, gênero.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.