Campanha da Legalidade: o Rio Grande do Sul protagonista da História do Brasil

Daniel Arruda Coronel, Airton Lopes Amorim

Resumo


Quando Jânio Quadros tomou posse, em 1961, ele encontrou um país com altas taxas de inflação e um processo de desaceleração econômica. Tal situação econômica exigiria um presidente com capacidade de liderança para fazer a reversão desse quadro de recessão econômica. Não obstante, o que se viu foi um presidente com políticas dúbias, que renunciou ao cargo em agosto de 1961 e, até hoje, não se sabem os reais motivos dessa atitude. Nesse contexto, o governador do Estado do Rio Grande do Sul, Leonel de Moura Brizola, liderou a Campanha da Legalidade com o objetivo da defesa da posse do vice-presidente João Goulart, conforme determinava a Constituição. Seguindo esta temática, este artigo objetiva esboçar como se constituiu esse movimento da legalidade e qual o seu significado para a população gaúcha.

Palavras-chave


Governo Jânio Quadros. Campanha da Legalidade. Leonel Brizola.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.